terça-feira, 27 de março de 2018

CHEFE DE CIBERCRIMINOSOS "HI-TECH" DETIDO

Foi detido em Alicante o líder do grupo FIN7, que, desde 2013, burlou mais de 100 instituições financeiras de 40 países em mil milhões de euros, através da viciação de pagamentos electrónicos. 
O crime hi-tech começou com o lançamento de malware Anunak, que tinha como alvo transacções finaceiras e redes ATM de instituições financeiras. 
Em 2014 o Anunak foi melhorado para uma versão mais sofisticada, chamada Carbanak, que foi usada até 2016. A seguir, o grupo focou a sua actividade no desenvolvimento de um malware à medida ainda mais sofisticado, baseado no software para teste de penetração Cobalt Strike
Nos seus ataques, os cibercriminosos enviavam, aos funcionários do banco vítima, e-mails com anexos maliciosos como se fossem de empresas legítimas. Uma vez baixado, o software malicioso permitia que os criminosos controlassem remotamente as máquinas infectadas das vítimas, dando-lhes acesso à rede bancária interna e infectando os servidores que controlavam as caixas electrónicas. Isso proporcionava-lhes o conhecimento necessário para sacar o dinheiro, que depois era levantado por um dos seguintes meios:
  • As caixas electrónicas (ATM's) eram instruídas remotamente para disponibilizar o dinheiro num momento pré-determinado, sendo o dinheiro levantado por responsáveis de grupos criminosos que recolhiam da parte de fora o dinheiro pago pela máquina; 
  • A rede de pagamentos eletrónicos era usada para transferir dinheiro para fora da organização e para contas de criminosos; 
  • As bases de dados com informações das contas eram alteradas de modo a permitir que o saldo das contas bancárias fosse inflacionado, facultando  a recolha do dinheiro disponível. 
Os lucros do crime eram lavados via  criptomoedas digitais, por meio de cartões pré-pagos ligados às carteiras usadas para comprar bens, tais como carros de luxo e casas. 
   

segunda-feira, 12 de março de 2018

JUSTIÇA E RIVALIDADE SÃO CEGAS?

O grande crime, no qual estão envolvidas pessoas anti-Benfica, é a violação e divulgação de documentação e correspondência privada. A cominação para este tipo de crimes é que parece irrisória, apesar da correspondente responsabilidade civil ter um valor elevadíssimo e mais condizente com os danos causados. (V. violação da privacidade e responsabilidade civil emergente de crime) .

A violação do segredo de justiça - de que toda a gente fala e que é feita através dos media, a pretexto do interesse público - também tem pena irrisória. Recentemente (Fev 2018) a PGR comprou software para travar a violação do segredo de justiça, mas nada garante que os utilizadores do sistema mais curiosos não consultem processos em que não têm intervenção.

O crime de corrupção que pretendem imputar ao funcionário do ministério da Justiça e ao advogado Paulo Gonçalves é discutível, porque a vantagem patrimonial que está em causa são bilhetes para jogos de futebol e 2 ou 3 camisolas. Por este raciocínio, então, também quando o ministro Centeno ou o primeiro ministro António Costa vão assistir aos jogos na tribuna, com bilhetes oferecidos pelo clube, estariam a praticar um acto de corrupção! E os magistrados, deputados e outros políticos, quando assistem aos jogos dos respectivos clubes, a convite das direcções destes, também estariam a praticar actos de corrupção. Haja equilíbrio e bom senso. E prosseguindo nesta lógica, coloca-se também a questão de saber se há ou não  sócios ou adeptos de clubes a aproveitarem-se das suas funções para favorecimento ilícito. Basta lembrar-nos e questionar a isenção, por exemplo, do juíz do Porto que indeferiu a providência cautelar de suspensão da divulgação dos e-mails roubados ao Benfica.

Ainda, em relação ao adepto que terá violado o segredo de justiça, o móbil do crime terá sido ajudar desinteressadamente o seu clube e, até certo ponto, proporcionar ao clube legítima defesa contra a violação abusiva (e, até agora, impune) de documentação interna do clube. De resto, esta divulgação de má fé merece ser severamente punida, por prejudicar gravemente uma organização e uma indústria (o futebol), como, ainda ontem, reconheceu publicamente o ex-treinador e futebolista Octávio Machado.  

Para além de adeptos de clubes, não haverá membros mais ou menos visíveis de outras associações (partidos políticos, maçonaria, opus dei, empresas de telecomunicações e outras, bancos, gestores de cartões de débito e crédito, finanças, hospitais, etc) a violarem segredos de justiça e a privacidade das pessoas? 

O Big Brother está aí. Como também, hoje em dia, as organizações funcionam com base em sistemas informáticos que não são invioláveis, já não há protecção de dados e privacidade para ninguém. Quem quiser obter dados de alguém, aceder a e-mails, contas bancárias, cartões de crédito, etc, basta dirigir-se à dark web e solicitar os serviços de um hacker profissional. Ainda recentemente, em Nov 2017, hackers portugueses entraram em servidores da NASA. 

sexta-feira, 2 de março de 2018

Novos topos de gama Xiaomi

Depois de no passado dia 25 de Fevereiro terem sido apresentados os  Galaxy S9 e S9+ da Samsung, foi anunciado por Lei Jun no Weibo o lançamento a 27 de Março do novo flagship killer da Xiaomi, o Mi Mix 2S. Este smartphone aproveita 100% da frente para écran oled (6,01", 18:9 e 2160x1080 de resolução),  no qual está o sensor de impressões digitais, e vem equipado com o novo Snapdragon 845, que lhe permite atingir a bonita marca dos 273741 pontos no ranking Antutu e ultrapassar os Galay S9 e S9+.
Quanto à memória RAM, apresenta 8 GB  LPDRX4  e 256 GB UFS de armazenamento interno, melhorando os valores respectivos dos OnePlus 5 e 5T.
Consta que vem com duas câmara traseiras de 16 MP com sensor Sony IMX363 e 8 MP à frente. A bateria de iões de lítio é de 4400 mAh.
As restantes características são idênticas às do Mi Mix 2 e de outros modelos Xiaomi, nomeadamente, comando de infravermelhos e gravação de chamadas.
O preço anda à volta dos 700 Euros e já pode ser encomendado online em banggood.com . Mas, se épreferir ser mais comedido nas despesas e quiser experimentar o novo Mi7 plus, provavelmente a lançar em simultâneo com o Mi Mix 2S, também com Snapdragon 845, e com a vantagem de ter carregamento wireless, pode encomenda-lo online por menos de 390 Euros no geekbuying.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

FALECEU O ENG. CAMPOS

Confortado com os mandamentos da Santa Madre Igreja, morreu na passada sexta-feira. com 92 anos o eng. Carlos Alberto Vasconcelos de Campos, que desempenhou vários cargos dirigentes na ex-DGEMN, tendo sido nomeadamente director regional dos Edifícios de Lisboa.
O funeral foi no dia 10 de Fevereiro. À nossa colega Isabel Campos as nossas condolências.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

QUEM SUPORTA REPÚBLICA DOS PONTAPÉS

Não somos todos iguais. Não pagamos todos os mesmos impostos. Não gostamos todos de fruta. Não somos todos farinha do mesmo saco. E ainda bem. Se gostássemos todos do mesmo, o que era feito do transparente?
Entretanto, para nosso breve sossego, relembremos as entrevistas do famoso José Esteves a 3 conhecidos protagonistas dos xutos da nossa praça.
      

domingo, 17 de dezembro de 2017

ALMOÇO DE NATAL COM GENTE RARÍSSIMA

Conforme estava previsto, decorreu na passada sexta-feira o almoço de Natal dos ex-DGEMN. Foi uma óptima oportunidade para encontrar colegas de um organismo do Estado, cuja falta os outros serviços públicos vão sentindo cada vez mais, por não terem actualmente nenhum serviço do Estado de referência nas obras públicas em edifícios e monumentos.
A idade começa a pesar e, por isso, houve muitos que não puderam comparecer.
Veja quem esteve presente. Para o ano vamos repetir este almoço que, para todos nós, já é uma tradição.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

ALMOÇO DE NATAL É JÁ NA PRÓXIMA SEXTA FEIRA!

É já no próximo dia 15 Dezembro o almoço de Natal 2017 dos ex-funcionários da Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais que, como já vai sendo habitual, decorrerá no restaurante do Mercado Rosa Agulhas. em Alcântara. 
Recorde aqui os colegas que estiveram presentes no almoço de Natal do ano passado. Muitos já não poderão estar presentes este ano. Como na roleta russa, muitos de nós vão desaparecendo.


Inscrições: Eng. Correia Alves (967038412)


Ementa (Preço: 19 €)
Entradas: 
pão, manteigas, paté de atum, queijinho seco, salgadinhos.

Sopa: 
caldo verde.

Prato: 
naco de vitela com couve salteada e batata a murro.

Bebidas:
 vinho da casa, água, refrigerantes.

Sobremesas: 
pudim flan, arroz doce, salada de frutas, ananás natural. 

Café.


Nota: É possível solicitar prato alternativo de peixe ou dieta.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO